Golpistas são presos por lesar empresa em R$ 65 mil

29/12/2011 13:16

A empresa Sasil Comercial e Industrial de Petroquímicos, alvo de investigações por suspeita de envolvimento em crimes de desvios fiscais, foi lesada, em R$ 65 mil por uma quadrilha de estelionatários desarticulada na tarde desta quarta-feira (28), pela Delegacia de Repressão a Crimes Contra Estelionato e Outras Fraudes (DREOF). Os falsários apresentaram-se como funcionários da Secretaria da Fazenda do Estado das Bahia e induziram a empresa a pagar um débito fiscal existente, para quitar a dívida com a Sefaz e depois desapareceram levando o dinheiro.

Dois integrantes do bando, presos na quarta-feira (28), estão custodiados na DREOF, no Complexo Policial da Baixa do Fiscal. William Assunção Silva, 21 anos e Leandro Oliveira Santos, 29 anos, foram localizados nos bairros de Cosme de Farias e Nazaré, respectivamente. William recebeu os R$65 mil da empresa e transferiu a quantia para uma conta corrente em nome de Leandro. O valor já foi bloqueado e deverá ser devolvido a empresa lesada.

Segundo informou o titular da DREOF, delegado Charles Leão, outros três integrantes da quadrilha já foram identificados e estão sendo procurados. Um deles é presidiário e estaria cumprindo pena em regime semiaberto e outro comparsa seria funcionário de um banco. William e Leandro foram autuados em flagrante por estelionato, receptação e formação de quadrilha.

Charles Leão observa que tem crescido o número de empresas vítimas deste tipo de golpe e alerta que débitos fiscais só são quitados mediante Guia de Arrecadação e  recebidos na conta única do Estado. “As empresas devem ficar atentas a depósitos exigidos em contas correntes de pessoas físicas”, salienta.

 

Por: Redação Bocão News