Dilma não aparece na praia e frustra curiosos

27/12/2011 19:32
 

Ao contrário da presidente Dilma Rousseff, que não apareceu na orla nesta terça-feira, 27, crianças aproveitaram o dia de sol para saltar do píer na divisa entre a praia de Inema e a de São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

Moradores e convidados na área exclusiva da Marinha tomaram banhos de mar e atraíram a expectativa de fotógrafos e jornalistas de plantão que tentavam identificar entre os presentes algum dos integrantes da família da presidente.  

Segundo informações de pessoas que estão hospedadas na mesma região que a presidente, Dilma preferiu permanecer em casa durante todo o dia, cancelando inclusive a caminhada que estava prevista para essa manhã.

Houve, no início desta manhã, a expectativa de que a presidente tomasse café ao ar livre, pois uma mesa com uma toalha preta e marrom foi montada por garçons da marinha, na praia, mesmo lugar onde ela foi vista com a família na tarde de segunda-feira, 26.

Proibição -  Por volta das 6h30, quatro seguranças impediram que os profissionais de imprensa se instalassem no píer da Prefeitura de Salvador, onde ocorre o embarque para a viagem à Ilha de Maré. Os jornalistas ficam neste no local porque a partir do píer, que fica a cerca de 5m da base de Aratu, tem-se a vista para a Praia de Inema. Dilma está alojada a cerca de 600m deste muro. Em função da proibição, especula-se que a presidente pode ter antecipado a caminhada.

A presidente está instalada na base naval de Aratu, no subúrbio de Salvador, desde segunda-feira. Ela desembarcou na capital baiana por volta das 11h30 e seguiu em um helicóptero até Inema, uma praia fechada da Marinha, onde ela pode ter mais privacidade. Dilma está hospedada numa casa que costuma receber presidentes da República nos seus períodos de férias.

Por volta das 18h de ontem, a presidente fez um breve passeio de meia hora na praia com outras quatro pessoas, que a reportagem supõe que sejam a filha, o genro e um segurança. Dilma permaneceu sentada, tomou água de coco e em seguida retornou para a casa, que foi reformada para recebê-la.

A base de Aratu é a residência dos oficiais da Marinha, e a presença da presidente alterou a rotina do local, aumentando o rigor na fiscalização de quem entra e sai. A segurança feita pela Marinha na base foi reforçada em 30% do efetivo.